Vende-se... esposa?!
Sabem, todos os anos, escrevo um textinho especial para o Dia Internacional da Mulher. Esse ano, tinha resolvido não escrever. Para mim, cada vez mais, percebo que Dia Internacional da Mulher é um feriado um tanto quanto machista (Os homens têm um dia deles? Por que nós precisamos ter? Somos o sexo "frágil", é?). Bem, de qualquer maneira, estava eu a ler jornal com a minha mãe hoje à tarde quando ela exclamou "Minha nossa! Nunca vi uma coisa assim em toda a minha vida!". Fui ver do que ela estava falando, já achando que encontraria alguma espécie de notícia-atrocidade: outra bomba lançada em Israel, outro assassinato, outro estupro, outro assalto. Qual não foi a minha surpresa ao ver que minha mãe estava, na realidade, lendo os Classificados. Meu choque foi maior ainda ao ver qual anúncio tinha feito minha mãe exclamar daquele jeito. Aqui está ele:



Para quem não conseguiu ler, transcrevo agora:
OFEREÇO-ME p/ trabalhar como esposa de aluguel de segunda à sexta, organizar casa, compras, pag. Sei cozinhar, elaboro pratos dietéticos. c/ referências. Trabalho de Canoas a NH. Fone: ******** c/ Luiza. horário comercial.

"Esposa de aluguel"?! Já não bastassem os homens que não dão valor às suas mulheres, ser esposa, agora, é uma profissão? Com direito a anúncio nos classificados e tudo?
Não sou casada, obviamente, mas sempre acreditei piamente que ser esposa não consiste simplesmente em "organizar casa, compras, cozinhar". Creio que, ao casarem-se, as mulheres automaticamente assumem esse papel, devido à "lavagem cerebral" que lhes é imposta desde pequenas. Gurizinhos brincam com carrinhos, personagens de lutinha. Guriazinhas brincam com bonecas. Panelas. Vassourinhas de brinquedo (falem a verdade: qual é a freqüência com que vêem uma menininha jogando banco imobiliário!?).
Então as crianças crescem... os homens são ensinados a sustentar a casa. Trabalhar. As mulheres, quase que inconscientemente, tendem a tornarem-se as donas de casa, mesmo quando também têm suas carreiras profissionais. Sabem, acho que as tarefas deviam ser divididas. Um pouco pra cada lado. E acho, também, que não só os homens deveriam dar mais valor às suas mulheres, mas elas próprias devem se valorizar. Não se deixar abater. Não abaixar a cabeça. Não calar quando as chamam de "sexo frágil". Porque, vamos combinar: de frágil, nós, mulheres, temos apenas a aparência. O poder feminino é algo incrível (e os homens de plantão já perceberam isso, tenho certeza).
"Esposa de aluguel"... espero de coração que a sexualidade dessa moça não esteja incluída nas horas extras.
Que nós, mulheres (e os homens também!), venhamos a comemorar o feminino, comemorar mais as pequenas e grandes vitórias do dia-a-dia, as alegrias, as conquistas... comemorar tudo isso não apenas no dia 8 de março, mas todos os dias do ano.
9 Responses
  1. Deni Says:

    kkk
    tm gnt q num tem noção
    ou quer se aparecer ou bebe
    ou sei lá...

    ótimo comentário sobre a "matéria" moça!..

    como sempre parabens pelo blog.
    sucesso ai ...
    volto mais vezes.
    obrigado poela visitalá no meu.
    e como sempre quando comento.
    é pq tenho coisas novas.
    passe lá..
    és una persona bn venida
    xD~
    no www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

    abraço e ótima semana!


  2. Bruna Says:

    Bom, olha...

    não acreditei quando vi aquilo no post..


    DEUSOLIVERSON!!

    Era só que me faltava agora, esposa de aluguel...



    eeeeeumereço!



  3. Aline Says:

    Isso me pareceu mais uma jogada para chamar a atenção dos machões e se diferenciar dos anúncios convencionais para empregada doméstica. Ou um anúncio de puta disfarçado, rs. Absurdo é o jornal que publica isso! Me fala qual é pra eu nunca comprar.
    E sobre a Kim Petras, é bem difícil achar informações sobre o caso. A maioria está em alemão e como eu não domino o idioma tive que me virar no inglês e português que dizem basicamente as mesmas coisas. Mas, pelo visto, os pais que tomaram a iniciativa e pensaram na felicidade da filha. Até uma mentalidade assim chegar no Brasil ainda vai demorar!=\

    Beijãooo


  4. Tô chocada, juro.
    Concordo plenamente com você; de 'sexo frágil' nunca tivemos nem um pingo da nossa essência; de machismo, nossa existência inteira. =/
    Parabéns pelo texto, vou seguir agora! :]


  5. aah, postei uma observação sobre o Dia da Mulher tambem. Se puder (e quiser, claro), dá uma olhada. ;]

    http://verticaldecorpoealma.blogspot.com/

    beijos, obrigada.



  6. Deni Says:

    ótimo fds linda.
    e apareça no
    www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

    bm vind como sempre

    =]


  7. Kenia Says:

    nossa! espero que ela não seja competamente esposa... mas quem sabe não será inicio de uma hostoria de amor...


Postar um comentário

Comenta, vai!