A maior festa do planeta
Oi, pessoal!
Não, não foi a galera da Net que me arrancou a internet de novo. Eu é que estive meio desaparecida, mesmo! Perdoem-me por esse lapso. Em meio à idas para a praia, arrumação de malas e renovação da habilitação, leituras e tentativas um tanto quanto frustradas de pegar um bronze full, não tive tempo para sentar no PC e escrever um texto.
Pensei em falar sobre a praia e a sensação ótima que ela traz (talvez simplesmente por estarmos longe da cidade e da correria). Porém, encontrei outra inspiração.
No último sábado, dia 7, depois de anos de tentativas, consegui ir ao Planeta Atlântida do Rio Grande do Sul (uma chuva de shows e festas com as mais diversas músicas e estilos). Todos os anos, tentávamos arrumar carona e ou o pessoal desistia de última hora, ou não conseguíamos ingresso ou não tínhamos lugar para ficar.
Esse ano, foi de última hora, não tínhamos ingresso e quase não conseguimos um lugar para ficar. O que mudou? Não tenho certeza. Só sei que fomos. Estávamos lá. E foi uma das experiências mais incríveis da minha vida.
Já fui em shows, é claro. Mas algo no Planeta Atlântida é diferente. Não tem como descrever a sensação de mais de 50 mil pessoas cantando juntas a mesma música. É um negócio muito incrível. Mal posso imaginar o que os cantores sentem.
A propósito, Jota Quest e Skank são absolutamente maravilhosos. Principalmente do Jota Quest (gosto dos dois, mas JQ, por alguma razão, me toca mais). O show deles é perfeito, eles interagem com a platéia, brincam e ôooo meu Deus, que voz incrível tem o Rogério Flausino!!!
É claro que o Planeta tem seu lado negativo. O calor, a poeira, o acúmulo de pessoas, a galera bebendo adoidada, uns fumando maconha... mas tem que saber aproveitar.
Foi de arrepiar, tudo. Quem foi sabe do que estou falando, e quem tiver a oportunidade de ir... é uma experiência única!
9 Responses
  1. Iara Says:

    Raquel!!!!
    :)
    ja fui em tres shows do jota quest:
    "Amar não é ter que ter
    Sempre certeza
    É aceitar que ninguém
    É perfeito prá ninguém
    É poder ser você mesmo
    E não precisar fingir
    É tentar esquecer
    E não conseguir fugir, fugir..."


    adoro essa musica.
    Voce ascredita que nunca fui numa praia de mar?


  2. Aline Says:

    Eu sou tão preguiçosa pra essas coisas, sempre precisa alguém chamando e me enchendo o saco para eu acabar indo. Péssimo, né...preciso mudar isso!


  3. lidi ;) Says:

    Olá.
    Nunca fui no planeta, por esses mesmos motivos.
    Já assisti show dessas duas bandas. São demais mesmo. Incrivel o carisma desses mineiros e a receptividade que o povo daqui tem com eles.

    E tudo na vida é assim, o lado bom, e o ruim.

    Beijão


  4. pois é, e tudo tem um limite né? não vejo hora de alcançar essa tão sonhada independencia financeira *-*

    ooun, praia :DD que sussego! hahaha
    nunca fui no planeta tbm ;\\

    ;**


  5. Vo te que descordar de ti
    Show do Skank matou a pau, muito bom.
    Foi bom ter chegado 18:30 pra esperar o show deles.
    Como não te vi lá? hueheuheueh só tinha 50 mil pessoas....
    O Rappa também tava muito bom.


  6. Cadinho RoCo Says:

    Saudade da beira do mar.
    Cadinho RoCo


  7. Fênix! Says:

    Até que enfim deu certo. rs

    Realmente, JQ é tudo de bom. Me amarro demais no som deles.

    Um beijo.


  8. Cadinho RoCo Says:

    Já voltei.
    Cadinho RoCo


  9. Deni Says:

    jota quest no bbb [apssei d relance no prograama] hahaha quase chorei d tanto rir
    mas faz parte do trabalho deles..eles tm um show mto legal e empolgante...



    parabens pelo blog.
    minha primiera visita aki


    atualizei o meu em homenagem a sexta 13...
    convidada

    www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

    abraço e bom fds


Postar um comentário

Comenta, vai!