O mundo é... de quem, mesmo?
Oi, pessoal!
Estive momentaneamente desaparecida do mundo dos blogs! Minha internet deu pau...
Ou melhor... deram pau na minha internet - o que vem a ser o motivo do meu post de hoje. Vou contar-lhes uma história.
Era uma vez, uma certa empresa de televisão paga (que também oferece banda larga para internet em um serviço combo), cujo slogan afirma possuir o mundo, apresentado nas propagandas pelo que deve ser uma espécie de general russo. Conhecem?
Pois bem. Eis que havia uma família que, há mais de um ano, contratou o famigerado serviço combo que consistia em TV por assinatura, internet e telefone juntos. Porém, com o tempo, a família veio a perceber que não valia a pena continuar com a televisão paga, já que quase não a usavam - era um gasto desnecessário. Por isso, um representante do clã foi até o centro de atendimento da tal da empresa e solicitou que a televisão fosse removida do serviço. A atendente prontamente atendeu o pedido (bonito frase, não?).
De repente, um dia, a internet simplesmente parou de funcionar. Não entendendo nada, a família imaginou que fosse apenas uma má conexão em algum cabo, ou talvez resultado das chuvas que haviam assolado a cidade nas últimas semanas. Mas, infelizmente, não era. A empresa deliberadamente CORTOU o sinal. Não só da internet, como a do telefone, também.
Querendo saber o que tinha acontecido, o representante do clã foi novamente até a central de atendimento. Lá, foi atendido diretamente pelo gerente, que o tratou de forma rude, grosseira e indesculpável, exclamando em altos brados uma série de coisas que deixaram a família soltando fogo pelas ventas. Para o gerente, era basicamente tudo ou nada. Ou pegavam o serviço completo (TV+telefone+internet) ou nada de sinal.
A família ficou chateadíssima com tal atitude. Afinal, foi um perfeito exemplo do que NÃO SE DEVE FAZER no que diz respeito ao atendimento a clientes. O fulaninho faltou com o respeito e não tentou resolver o caso da maneira como deveria. Ao que parece, a família foi a primeira a solicitar uma separação de serviços e a empresa supostamente "não tinha suporte tecnológico" para realizar tal ação. Deve ter doído o cotovelo.
Pois bem, hoje, às 15h, depois de uma semana de ligações para a sede em São Paulo - SP (porque, aparentemente, a daqui era incompetente demais e o gerente orgulhoso demais para resolver o problema), eis que técnicos foram à casa da família e fizeram as mudanças necessárias nos cabos. A internet voltou. Legal, não?
Ah... esqueci de falar: a família é cliente da empresa há 12 anos. É desse jeito que se trata um cliente fiel? Precisavam ter demorado tanto assim? A família precisava ter ficado mais de uma hora no telefone por dia, explicando a situação 4 vezes para 4 atendentes diferentes? Precisavam ter cortado o sinal de forma tão abrupta e inesperada, quando o contrato já havia sido firmado com a atendente? O gerente precisava ter sido estúpido a ponto de afirmar que o que a família dizia não passava de "abobrinha"?
A confiança na empresa ficou seriamente abalada. Se ela não tivesse a internet mais rápida por aqui, a filha mais velha da família já teria chutado o pau da barraca, com certeza.
Se o mundo é dos "Nets"... obrigada, mas acho que vou pegar meu foguete e me mudar para outro planeta.
The end
8 Responses
  1. Aline Says:

    Pois é, aqui em casa também éramos, mas recebemos uma proposta irrecusável da concorrente e mudamos. Mas, mesmo assim, pela fidelidade e por nunca ter dado nenhum problema, minha mãe ligou e explicou a oferta perguntando se eles não fariam alguns descontos e a resposta foi não! Quando minha mãe ligou novamente pra cancelar, o tom foi outro, ofereceram milhares de coisas, mas o contrato com a outra já estava assinado! E sem arrependimentos...


  2. Teilor Says:

    Esse pessoal realmente são uns desavergonhados, já vi muitas reclamações de gente que contratou os serviços deles.

    Mas pelo menos vocês tem a chance de "chutar o pau da barraca" e escolher a prestadora de internet que quiserem, aqui na cidades dos sapos, na minha casa, internet só da BrasilTelecaco, pagando por internet banda-larga com velocidade de internet discada.

    Mas até que eu não reclamo, funcionar, pelo menos funciona!


  3. Iara Says:

    Nossa acho que se formos juntar os artigos e as reclamações sobre os serviçoes de telecomunicações (internet) no nosso país daria uma festa!!
    cada um é pior que outro, eu uso brasiltelecom e assim como o teilor eu pago preço e banda larga com conexao discada.


  4. Fênix! Says:

    Graças a Deus nunca tive problemas nesse sentido. Mas do jeito que sou radical em certas coisas, com certeza o contrato seria cancelado.
    Se pago por um serviço, gosto de ser bem servida. Afinal, somos nós, os clientes, que mantemos essas joças funcionando. Me tratou mal? Corro para a concorrente. rs

    Ainda bem que o seu problema foi resolvido.

    Bom retorno ao mundo da net.

    Um beijo!


  5. Bruna Says:

    hehehehe...


    crítico mas de certa forma muito engraçado!!!!

    acontece flor, nas melhores famílias..

    pelos menos agora você está com net!!

    beeijo


  6. Nunca gostei de Net até porque não tem na minha cidade, heuheuehueheuheuhe
    Por isso uso brturbo

    Manda um Skavurska para aqueles russos.


  7. Raquel Says:

    Skavurska é pouco.
    =PP

    Empresas de telecomunicações, em geral, dão problemas.

    O problema dessas empresas brasileiras é que o lucro vem em primeiro lugar, e não a satisfação do cliente que, conseqüentemente, gerará fidelidade que gerará lucro.

    É difícil!


  8. Kenia Says:

    Não são só eles, nenhuma empresa é honesta, o negócio é dinheiro, só isso!


Postar um comentário

Comenta, vai!