...A profissão certa
Em qualquer área de atuação profissional, existem dias bons e ruins. Às vezes, temos vontade de puxar os cabelos. Outros, passamos o dia todo sorrindo, exultantes em desenvolver cada uma das tarefas que nos são passadas.
Trabalho no Jornal Comunidade, um dos veículos de Comunicação da Feevale, instituição onde estudo. Depois de fazer todas as reportagens, fotos, diagramá-las e mandar o jornal para a impressão, temos de distribuí-lo.
Hoje, levei exemplares para uma das nossas fontes, que me havia concedido uma entrevista para a matéria da contracapa. Deixei o jornal com ela e fui entregar para outra fonte, que estava trabalhando na mesma sala.
Eu estava quase indo embora quando ela me chamou. Virei-me e, para a minha surpresa, lá estava ela, segurando o jornal, olhando para mim com os olhos marejados de lágrimas. Por uma fração de segundo pensei "Oh, não, o que fiz de errado?". Foi quando ela afirmou que estava emocionada com a matéria que eu havia escrito. Que gostou muito da maneira com que organizei as falas dela, sobre o projeto de extensão que coordena, e os fatos que ela havia me passado.
São momentos como esse que me fazem perceber que, às vezes, não fazemos idéia do quanto o nosso trabalho pode afetar uma pessoa, tanto negativa quanto positivamente.
É ótimo ter o trabalho reconhecido, assim. A sensação de escrever uma matéria e vê-la não somente publicada, mas sendo apreciada por outras pessoas é indescritível.
Isso não precisa acontecer somente no jornalismo. Mas é esse tipo de satisfação que nos faz perceber que escolhemos a profissão certa.
6 Responses
  1. É isso aí Rachel !!!!

    Tuas matérias como sempre arasando cada vez mais, uma prova disso é a valorização que elas vem ganhando.

    E concordo com o que falou sobre o trabalho reconhecido, sem dúvida, é um dos melhores "pagamentos" que podemos receber ( claro que se tiver umas "verdinhas" ajuda euheuheue ).

    Mas enfim... teu blog tá simplesmente phodão garota

    Bjoo


  2. Guinei Says:

    Penso que esse reconhecimento do teu trabalho é o fruto que tu colhes por cada dia de luta e vitória que conquistas.Nada mais importante, ainda mais na carreira jornalística, do que sentir-se incentivada!A todo momento isso é muito importante!O desejo pessoal junta-se á competência profissional.Raquel,deixo-lhe os sinceros parabéns e muitos votos desejando sucesso na tua carreira,sempre!Não apenas pela tua competência,que eu até já conheço um pouco(acho), mas também pelo dom de fazer as pessoas se emocionarem com os teus escritos!!!
    Grande abraço guria!Segue firme aí!
    Até!


  3. Teilor Says:

    Trabalhar com mídia deve ser muito estranho, nunca se sabe exatamente como as pessoas são afetadas pelo trabalho que se produz.

    O mais complicado deve ser saber que durante a tua carreira (vais seguir o jornalismo, não vai?) vão haver momentos onde não haverá escapatória e terá que criticar ou acusar pessoas.


  4. Raquel Says:

    Sem dúvida. Só quero que, nesses momentos, essas pessoas realmente sejam culpadas pelo que estarei apontando, e não injustiçadas. Às vezes, podemos estragar a vida de alguém com uma simples notícia policial. O apontamento de suspeitos sem provas é algo muito comum e arruina a vida do sujeito, se ele não for o culpado.


  5. lidi ;) Says:

    Como sempre, arrasando heim colega!
    Com certeza um dos melhores pagamentos que podemos receber por algo está em momentos como esse, de emoção, de carinho, de um simples obrigada... Tenho certeza que com a tua dedicação, carisma e competencia serás uma jornalista de sucesso.

    Beijão


  6. Ter o trabalho reconhecido é gratificante, continue uma jornalista responsável sim, essa história que não precisa de diploma é porque o governo quer um povo cada vez mais instável, e sabendo menos e menos.

    Parabéns! ótima profissional.

    beijos.


Postar um comentário

Comenta, vai!