Dever cumprido

Como é boa a sensação de dever cumprido, não é?

Aquele alívio momentâneo por ter terminado a tarefa e a felicidade que irrompe no peito quando alguém elogia o trabalho.

Hoje, depois de muito estresse, o Jornal Comunidade, um dos jornais onde trabalho, foi, finalmente, para a prensa. Acompanhamos o processo de pertinho, na Gráfica do Grupo Sinos, vendo aquelas folhas de papel jornal correndo e sendo cortadas e montadas pelas máquinas para que, no final, saia o impresso, todo bonitinho. É bom a gente poder olhar para uma coisa legal, encher o peito e dizer "Fui eu que fiz!".

Na última terça-feira, aliás, apresentamos a peça "O Encontro", no Festival de Esquetes de Novo Hamburgo. Eu cheguei em casa com um sorrisão no rosto e aquele sentimento de dever cumprido. O jornal onde trabalho é um dever, é um trabalho (que, aliás, eu amo de paixão!), mas o teatro é puro lazer. Pura opção. Não é dever, e, ainda assim aquela sensação estava lá. A sensação daquele trabalho bem feito, sabem?

Inicialmente, eu achava que não estávamos prontos. Mas foi demais. Tudo bem que, em uma certa hora, perdemos um pouco o ritmo da peça. Tudo bem que uma ou duas coisinhas que o John falou não deu pra entender. Tudo bem que a direção não foi perfeita. Tudo bem que a Bruninha falou meio baixo, às vezes. Tudo bem que eu esqueci o tapete e o Teilor não achou um patinho amarelo para ser o Pepe. Hoje, novamente, falei com um pessoal e eles elogiaram horrores. Mas sabem o que foi melhor do que ouvir os elogios dele? Ouvir o público rindo. Acho que foi isso que me deu a sensação de "dever cumprido", de fazer uma coisa bem feita e mais - arrancar risos do povo na última apresentação da primeira noite.
Valeu, povo!
2 Responses
  1. Teilor Says:

    Muito bom Quel, é realmente maravilhoso ter a sensação do dever cumprido e a certeza de realizar um bom trabalho. Só uma coisa: tira o Captcha do formulario de comentarios por que ele atrapalha e desistimula comentários no teu blog.


  2. †Drake† Says:

    Olá Raquel!!

    Sem dúvida! A sensação de dever cumprido é revigorante!!

    Quanto ao teatro, adoro assistir! Sempre que posso, procuro alguma boa peça para ver.

    Imagino que, para quem atua, deve ser uma realização e tanto ter o reconhecimento do publico!

    Obrigado pela visita e por suas palavras!

    Continue escrevendo e se relacionando com as palavras e pessoas dessa forma cativante!!

    Parabéns Pelo Blog!!

    Abraços e Sucesso!!


Postar um comentário

Comenta, vai!